[RESENHA] CARNAVAL, LUIZA TRIGO



Ano: 2012

Páginas: 152

Editora: Rocco

Preço médio: 23,00

Ebook: 15,00

SINOPSE: Gabi decide passar o carnaval com as primas no Recife: praias, música, amigos, sol, diversão… A receita ideal para Gabriela curar a dor de cotovelo depois de ver o ex-namorado beijando uma garota. Para falar a verdade, ela nem gostava mais dele, e era capaz de enumerar seus defeitos sem pestanejar; mas vê-lo assim aos beijos mexeu com o coração da menina. Decidida a esquecer o ex de uma vez, Gabi faz as malas e deixa o Rio para uma semana de muita curtição no Nordeste. Ela só não contava com a possibilidade de se apaixonar de verdade em pleno Carnaval!

Fiquei conhecendo o livro através de Mirela, já que conta a história de uma garota que vai passar o carnaval em Recife. E depois do vlog que ela fez no lançamento de Meus 15 Anos, último livro da autora, fiquei ainda mais curiosa para ler essa história, que eu sentia que ia ser super fofa. E não me decepcionou.

Quando Gabi decide ir curtir o carnaval em Recife, ela não quer nada além de se divertir. Seu último relacionamento não terminou da maneira mais agradável e isso a faz colocar uma coisa na cabeça; Gabi não irá se segurar. Irá beijar quem ela quiser, curtir todas as festas e bloquinhos com suas primas Ju e Bel, afinal, é carnaval. Mas, é claro que seu coração não aguenta tanto tempo assim e logo ela se interessa muito por um dos amigos das primas.

Felipe é tudo que Gabi gosta em um garoto; gosta de cinema, artes, dos mesmos autores, além de ser uma graça. Quando se conhecem, Felipe está envolvido com uma garota chamada Paty e isso a deixa um tanto triste, mas não o suficiente para não começar um romance de carnaval com Pedro. Só que Pedro é do mesmo ciclo de amizade que Felipe, o que torna tudo muito mais complicado e irá fazer o carnaval de Gabi não ser esse mar de rosas todo.

Sem querer dar spoiler demais sobre o que acontece nesses dias de carnaval, vou dizer o que achei num geral sobre o livro. Como mencionado no início da resenha, o livro é super fofo e divertido, desses que você começar a ler e nem sente o tempo passar. Eu levei umas três horas para terminar Carnaval, já que é um livro de linguagem fácil, história bem desenvolvida e nada cansativo. Definitivamente uma leitura para as férias (ou para a semana de Carnaval se fosse for avessa à folia, como eu).

A parte que eu mais me divertir durante a leitura foi a visão de Gabi sobre as primas e amigos pernambucanos, como a autora colocou o jeito do pessoal de Recife falar e as inúmeras referências que, mesmo se você não for de lá, mas tem amigos pernambucanos, vai identificar na hora. Diversas vezes eu me senti conversando com Mirela, ou as outras meninas de Recife, dando boas risadas em trechos como:

Sala de Justiça é uma festa que acontece antes do Carnaval, em que as pessoas vão fantasiadas e eu já ouvi muito minhas amigas de Recife falar sobre ela. Esse tipo de coisa – quando eu reconhecia um bairro que ela citava ou uma expressão que as primas falavam – que me fez curtir ainda mais o livro. Eu me sinto como Gabi quando estou visitando as terras pernambucanas e bateu saudade das meninas de lá, desse sotaque gostoso.

Resenha escrita por Jeu Guanabara

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.