[RESENHA] A LISTA, CECELIA AHERN



Ano: 2015

Páginas: 384

Língua: Português

Editora: Novo Conceito

Preço Médio: 29,00

Sinopse: Kitty Logan tem 32 anos e aos poucos está perdendo tudo o que conquistou: sua carreira está arruinada; seu namorado a deixou sem um motivo aparente; seu melhor amigo está decepcionado com ela; e o principal: sua confidente e mentora está gravemente doente. Antes de morrer, Constance deixa um mistério nas mãos de Kitty que pode ser a chave para sua mudança de vida: uma relação de nomes de pessoas desconhecidas. É com base neles que Kitty deverá escrever a melhor matéria de sua carreira. Quando começa a ouvir o que aquelas pessoas têm a dizer, Kitty aos poucos descobre as conexões entre suas histórias de vida e compreende por que foi escolhida para dar voz a elas.

A Cecelia Ahern é uma autora que escreveu uma das histórias que marcou muita gente: Ps: Eu te amo.  Pois é, alerta de lencinhos no ar!

A Kitty não está no seu melhor momento em sua vida. Seja como profissional ou pessoal, tudo está de cabeça para baixo. Ela perdeu sua melhor amiga e mentora para o câncer, e acaba pagando muito caro por ter acusado um homem que no final das contas era inocente. Ele a processa e ganha, e seu trabalho como jornalista é questionado.

Suspensa de um dos seus trabalhos, Kitty acaba ganhando uma missão que vai servir não só para homenagear a amiga que faleceu, mas também para desvendar o trabalho que ela iniciou, mas que não existe uma pauta que tenha sido realmente definida. A Kitty vai ser responsável por desvendar não apenas a lista com nomes, mas descobrir quem são aquelas pessoas para poder desenvolver a matéria. Ela acaba conseguindo ter contato com poucas pessoas da lista, mas tendo um tempo muito curto ela está certa de fazer valer o tempo conhecendo cada uma delas e tentando entender qual a ligação entre elas.

Gente… que livro lindo! A Cecelia consegue emocionar a cada pessoa que é conhecida e diferenciar cada uma delas. Foi um livro que assim como PS: Eu te amo, me prendeu, me deixou emocionada, me deixou um tanto irritada e intrigada… Adoro como ela consegue deixar todos os personagens tão reais… tipo, gente como a gente rs. É fácil de se relacionar, então a imersão se torna ainda mais intensa. Eu queria de verdade poder dizer muito mais sobre o livro, mas seria spoiler.

Foi um livro que me emocionou bastante e ver que Kitty estava amadurecendo aos poucos foi muito legal. Sabe aquele ditado de que sempre temos a oportunidade de crescer? Que por pior que estejam as coisas, que a gente pode sim melhorar, pode sim fazer mais? E que cada pessoa tem uma história para contar?

Pega um chazinho, os lencinhos e se senta para ler essa história linda. Só não recomendaria esse livro para ser uma leitura durante a TPM. kkkkk Eu realmente me emocionei, afinal, quem me conhece bem sabe como fico com histórias que tem amizade como ponto principal né? E apesar da protagonista começar a “trabalhar” na lista pela amiga, acaba descobrindo que está fazendo muito mais é por ela mesma!

Espero que tenham gostado da dica!

XoXo

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.