[RESENHA] OS PRIMEIROS CONTOS DE TRUMAN CAPOTE


Ano: 2016
Páginas: 160
Língua: Português
Editora: José Olympio
Preço Médio: 25,00

Sinopse: Reunião de contos inéditos, descobertos em 2013, na Biblioteca Pública de Nova York. Textos curtos e fortes, que já demonstram o talento para narrar histórias e a capacidade de empatia do autor, que se tornaria um dos mais importantes escritores do século XX com os emblemáticos Bonequinha de luxo e A sangue frio. Se os contos encontrados neste livro pudessem ser lidos como cinema, nos remeteriam aos filmes de Lucrecia Martel: as cenas são cotidianas e quase banais, mas ao entrar nas histórias, a sensação é de uma constante tensão. A atenção ao detalhe pareceria sem importância se não fosse um dos motores para sentirmos uma catástrofe iminente, que pode ser desencadeada a qualquer momento ou até não acontecer. De todo modo, ficamos muito próximos dos personagens e nos identificamos com eles, como se o autor tocasse na vida sem tentar explicá-la.

Capote é o autor de alguns dos meus cotos favoritos e também de um dos melhores livros que já li na vida, o A sangue frio.

Não pensei duas vezes quando vi que ele estava disponível para solicitação. Para quem conhece o clássico filme Bonequinha de Luxo, o conto que deu origem ao filme foi escrito por ele.

Deixa eu comentar algo que acho extremamente importante: a edição do livro, publicado pela José Olympio – Grupo Editorial Record – está impecável. Páginas amareladas, diagramação limpa e o material da capa é mega agradável.

O conteúdo, é claro, é um espetáculo. Já sou fã do trabalho dele, mas os sete contos que fazem parte do livro transformam o cotidiano ordinário em extraordinário. Escritos durante sua juventude, já mostram claramente o talento que foi aprimorado ao longo dos anos.

Como sempre, Capote conseguiu me emocionar e desejar por mais a cada virada de página. Vale destacar os contos Isto é para Jamie – se você gosta de cachorros, prepare o coração! – Louise – que me incomodou um bocado, mas de uma forma boa, pois me fez analisar um montão de coisas. – e O Trânsito para o Oeste – que tem uma estrutura diferente, mas não estragarei a surpresa para vocês.

Se você não conhece o trabalho do autor, vou indicar cheia de amor no coração seus livros de contos. E este livro, por ser dos primeiros contos dele, com toda certeza já mostra para os possíveis novos leitores o que ele tem para oferecer. Como David Ebershoff, da Random House escreveu sobre o autor, estes primeiros contos “Mostram-nos o gênio antes do pleno florescimento.”

XoXo

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.