TOC- Transtornada Obsessiva Compulsiva



Em TOC- Transtornada Obsessiva Compulsiva, Tatá Werneck é Francisca ou melhor,Kika K , atriz que está no auge da carreira. Mas por trás dos holofotes, vive em crise pessoal e profissional. Kika se depara com Felipe, fã obsessivo (Luis Lobianco), Caio Astro, namorado galã bem bobão (Bruno Gagliasso) e sua exigente empresária Carol (Vera Holtz).

Em meio a uma disputa para protagonizar uma novela chamada Amorgedon, a primeira novela pós-apocalíptica do horário nobre com sua maior rival, Ingrid Guimarães  (no papel dela mesma, sim), ela se depara com ter que fazer o lançamento seu primeiro livro, “1003 maneiras de ser feliz”, sendo que nem ela sabia que tinha escrito o mesmo. Sim, ele foi escrito por um ghost writer, e após ele ter deixado uma mensagem enigmática para ela, ela o resolve procurar com a ajuda de Vladimir  (Daniel Furlan), vendedor da livraria em que foi feita o lançamento,  e se depara com o ghost writer morto.

Estranho é perdeber que o TOC da atriz é apenas usado como gatilho para alguns acontecimentos engraçados, mas não como mote principal. O principal no filme é vermos a evolução da Kika como ser humano e assim evoluindo.

Com uma mega edição de imagens e fotografia (incrível,  sério ),  o filme tem um final instigante e que faz pensar. Tatá Werneck dá um show com sua primeira protagonista de filme, mostrando que consegue sim fazer humor sozinha. Mas que acompanhada do elenco, ela dá show.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário