[RESENHA] A Bela e a Fera, Elizabeth Rudnick






Sinopse: Bela deseja para sua vida muito mais do que a pequena cidade provinciana de Villeneuve pode oferecer. Lá, ela se destaca da multidão com um ponto de vista único, uma independência vigorosa e um notável amor pelos livros. Ela anseia por viagens e aventuras, e por uma vida tão empolgante quanto as histórias que lê, mas, quando seu amado pai é aprisionado por uma fera em um castelo encantado, o destino de Bela muda para sempre. Ao arriscar sua liberdade e seu futuro, ela assume o lugar do pai, jurando-lhe que escaparia em segredo. No entanto, conforme aprende mais sobre a Fera e seu misterioso castelo, Bela descobre que pode haver mais sobre a história dele – e sobre a sua própria – do que ela jamais poderia ter imaginado.


Os fãs da Disney estão se esbaldando com as publicações da Universo dos Livros. Ainda não assisti ao filme versão live Action, mas sem duvidas, estou muito feliz de ter lido o livro e ver um pouco mais desse clássico maravilhoso. 

O livro não saí muito da linha que já conhecemos da história, mas nos permite conhecer muito mais de seus personagens, uma vez que o longa original tem muito mais o foco no ponto de vsta da Bela. 

É interessante ver mais sobre o principe e sua maldição, assim como de Gaston e neu enorme ego. Bela é diferente das demais mulheres, por isso mesmo é tida como a esquisita. Na verdade ela só se mostra uma mulher forte e que tem desejos que as outras mulheres não parecem compreender. 
Ainda aproveitado para falar dela, sua relação com seu pa é muito fofa e ele aparece muito mais que eu imaginava. Outro que também ganha bastante destaque e algumas camadas é Gaston. Me surprendi positivamente com sua contrução. 

Ver a Fera se apaixonando pela Bela é tão fofo como no desenho da Disney. 

Para quem é fã do desenho, e já assistiu o longa, mas não deia de ser tão deliciosa quanto. Devorei o livro em apenas uma tarde! Indico demais para ser aquela leitura de fã ou para intercalar leituras mais intensas...

XoXo



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário