[RESENHA] A Garota do Cemitério – Livro 1: Os Impostores




Sinopse: Ela adotou o nome Calexa Rose Dunhill, inspirada numa lápide do sombrio ambiente em que acordou, ferida e apavorada, sem qualquer lembrança de sua identidade, de quem a jogou lá para morrer ou mesmo do porquê. Fez do cemitério o seu lar, vivendo escondida numa cripta. Mas Calexa não pode se esconder dos mortos – e, quando descobre que possui a estranha capacidade de ver as almas se desprenderem de seus corpos...
Então, certa noite, Calexa presencia um grupo de jovens praticando uma sinistra magia. Horrorizada, testemunha o ato insano que eles cometem. Quando o espírito da vítima abandona o corpo, ele entra em Calexa, atormentando sua mente com visões e lembranças que parecem não ser dela. 

A Garota do Cemitério – Livro 1: Os Impostores é o primeiro volume de uma trilogia em quadrinhos escrita por Charleine Harris e Christopher Golden e ilustrações de Don Kramer que foi publicado por aqui esse ano pela Editora Valentina. Pra quem não conhece os autores Harris é mente por trás dos 13 livros da série Sokkie Stakehouse, que deu origem ao seriado True Blood da HBO, já Golden é autor e quadrinista de fantasia e ficção-científica e o responsável por transformar o jogo Uncharted 3 em livro. E Kramer já trabalhou como ilustrador tanto para Marvel e DC Comics, tendo trabalhado principalmente nas revistas de Batman, Mulher Maravilha e Asa Norturna.

Agora, Calexa deve tomar uma decisão: continuar escondida para se proteger – afinal, alguém acredita que ela está morta – ou sair das sombras para trazer justiça ao angustiado espírito que foi até ela em busca de ajuda?”
A Garota do Cemitério é uma história de mistério misturada com fantasia que conseguiu prender minha curiosidade desde a primeira página. Afinal ela já começa nos trazendo o mistério de quem é Calexa e por que alguém tentou mata-lá. A primeira parte do quadrinho nos mostra Calexa tentando sobreviver sozinha no cemitério, com medo que a pessoa que tentou a matar volte para terminar o serviço, ao mesmo tempo em que luta com sua própria mente para lembrar quem é e de onde veio.  

E como se isso tudo já não fosse problema o bastante para uma adolescente, ela ainda acaba presenciando um assassinato no cemitério e sem querer sugando o espirito da vítima para dentro de sim. A partir desse ponto que a história desse primeiro volume realmente começa a se dessenrolar com Calexa lutando contra a vontade de se manter escondida para sobreviver e seu desejo de ajudar a alma da menina que agora mora em sua mente a obter justiça.

Calexa é uma personagem complexa, inteligente e cheia de vontade de viver, ela cativa a gente logo de cara e eu achei impossível não ficar apreensiva pelo furuto dela. A história é narrada toda em primeira pessoa, o que faz que a gente se apegue mais ainda a protagonista. O quadrinho tem uma trama intrigante e que te deixa louca para saber como essa trilogia vai acabar, se Calexa vai encontrar suas respostas ou não.

Gostei bastante do resultado dessa parceria de Harris, Golden e Kramer. Os três conseguiram fazer uma história que prende bem a atenção do leitor com seus mistérios e ainda tem uma arte muito linda. A linguagem é mais voltada pro público young adult, e isso ajuda a tornar mais verossímel o fato dela ser narrada por uma adolescente. Estou louca para que a Editora Valentina lance os outros dois volumes da trilogia para descobrir o destino de Calexa. 

Resenha escrita  em parceria por Rah Brennichi do www.nerdivinas.com
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário